Quinta-feira, 4 de Janeiro de 2007

O Parto - Parte III

A minha médica viu-me, fez o toque e continuava com três dedos de dilatação - MAS SERÁ POSSÍVEL, ESTAVA DESDE A 1 DA MANHÃ COM CONTRACÇÕES E AINDA SÓ TINHA TRÊS DEDOS DE DILATAÇÃO  - a médica perguntou-me se eu queria a epidural e eu que já estava cheia dores, disse logo que sim.

Sei que há muitas pessoas que se estivessem no meu lugar não teriam aceitado a epidural, mas eu estava cheia de dores, e se podia sofrer menos porquê dizer que não.

Então a médica mandou que me aceleracem as contracções, e após 2/3 boas contracções passava-se para a epidural. A ordem estava dada.......mas não foi cumprida na totalidade.

Aceleraram as contracções, mas epidural que é bom, .......nada. O anestesista estava em consultas. Mas que país é este, que eu saiba devia de haver um anestesista de serviço nas urgências e outro em consultas. GRANDE BOSTA!!!!!!

Comecei com dores insuportáveis, contorcia-me na cama. Estava super aflita, naquele momento só pensei - mais filhos, nem pensar - entretanto levaram a moça que estava ao meu lado para cesariana, e eu só pensei: " eu também quero".

Só nessa altura é que recebi a visitinha da minha mãe - o maridão tentou lá ir diversas vezes, mas nunca deixaram, estavam sempre a fazer alguma coisa, que impediam a entrada de pessoas naquela sala .

A minha mãe viu-me na minha pior fase, estava cheia de dores e estava com contracções muito seguidas - e não é que lhe deu para chorar. Eu é que estava com dores e ela é que chorava. e já deviam ser perto das 11 horas.

Nessa altura a minha mãe recebeu o telefonema da minha irmã - ela queria saber como estava a correr; se já tinha nascido? - a minha mãe disse que estava ao pé de mim, e deu-me o telefone, mas foi escusado. Não me apetecia falar, as dores eram muitas.

Passei mais um belo tempo cheio de dores, mas a certa altura perdi os sentidos e lembro-me de me chamarem e dizerem que me íam dar a epidural. Eram por volta das 14 horas. Diminuiram as contracções e lá me deram a epidural. Eu estava praticamente toda nua - a linda bata já nem tapava nada, estava caída para todos os lados. E estava lá um homem a ver-me naquele estado, mas claro na altura nem liguei. 

publicado por famíliateixeira às 17:07

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. E quase 3 meses depois......

. Das festas de fim de ano ...

. O Papá

. Festas de Fim de Ano

. Da Joana

. As festas já se passaram....

. Hoje e Amanhã,

. A Adriana

. No Domingo á noite

. O Papá cá de casa...

.arquivos

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds