Terça-feira, 19 de Junho de 2007

Relação Pai/Filha

Sempre ouvi dizer que os meninos tendem para as mães e as meninas para os pais.

 

No meu caso, isto aplica-se que nem uma luva. A Adriana tem uma relação com o papá muito forte, e ele com ela.

 

Lembro-me que quando chegámos da maternidade, o papá nem dormia porque estava sempre de olho na princesa, era uma preocupação que até metia confusão. Eu sei que temos que ter atenção com os bebés, mas ele era demais. Ele parecia um Zombie, porque não conseguia dormir.

 

Claro que a coisa já melhorou, mas ainda hoje basta ela mexer-se um pouco na cama, lá vai ele.

 

Para a Adriana, ninguém "bate" o papá. É para ele, que ela se ri que nem uma maluca, é gargalhadas que só visto, é ao colinho dele que ela gosta de estar (tem alturas que não vai ao colo de mais ninguém, nem ao da mamã). Basta ouvir a voz dele fica logo alerta. É uma doçura ver a relação dos dois.

 

Mas acho que ele também a vai "estragar". Não estou a falar de miminhos, porque com isso até sou eu quem lhos dá (mamã=miminhos; papá=farra, brincadeira). Estou a falar de educação. É que ele dá-lhe tudo o que ela quer. E isto não pode ser.

 

As crianças vão, ao longo da sua vida, medindo os limites dos pais, elas são muito observadoras e estão constantemente a medir até onde podem ir com os pais. É por isso que temos crianças, que quase só falta baterem nos pais ( e acreditem que sei o que digo, conheço um caso bem pertinho de mim).

 

Os meus pais sempre tiveram um pulso forte com as filhas, principalmente comigo....segunda filha...já tinham a experiência da primeira. Por vezes até era forte demais, mas.....pelo menos fez de nós umas pessoas sensatas e nunca fomos pedinchonas. 

 

É lógico que a minha filha ainda é muito pequena..., mas se ela quer um comando, leva o comando, se quer um telemóvel, leva o telemóvel, se quer isto ou aquilo, tem isto ou aquilo,e faz birra se não lhe derem as coisas e assim é que não pode ser.

 

Semana sim, semana não, estou sozinha com a Adriana á noite. Por vezes, quando estamos sozinhas, ela chora e grita e eu não posso ir logo a correr, vejo que ela está bem, não caiu para o lado, vejo que só está a chorar porque quer companhia. Eu entendo que ela queira companhia, e tento fazer tudo o que posso para lha dar, mas há sopas para fazer, roupas para lavar e passar. E digo-vos que nestas semanas eu nem perco tempo a fazer jantar, como uns cereais que é mais rápido, para poder estar com ela.

Se eu fosse logo a correr, não tenho tempo para fazer mais nada.

 

Quando o maridinho está em casa á noite, a coisa é muito mais fácil. Eu faço as coisas e ele e ela riem-se e brincam, ai que inveja.......

publicado por famíliateixeira às 10:29

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. E quase 3 meses depois......

. Das festas de fim de ano ...

. O Papá

. Festas de Fim de Ano

. Da Joana

. As festas já se passaram....

. Hoje e Amanhã,

. A Adriana

. No Domingo á noite

. O Papá cá de casa...

.arquivos

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds